UGT quer salário mínimo de 660 euros em 2020

Carlos Silva, secretário-geral da central sindical, defende também uma progressão gradual até 800 euros em 2023

AUGT defende um salário mínimo nacional de 660 euros já em 2020 e uma progressão gradual até 800 euros em 2023.

Estas alterações foram defendidas esta segunda-feira, em Portalegre, pelo secretário-geral da UGT, Carlos Silva

in(Expresso)

Partilha este artigo na tua rede...Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email