UGT quer garantia de pagamento do subsídio de refeição em teletrabalho

A UGT propõe uma alteração legislativa que garanta o pagamento do subsídio de refeição em regime de teletrabalho e pede ao Governo que intervenha já para “pôr cobro imediato às situações injustas” que se estão a verificar.

Em comunicado divulgado hoje, a UGT defende que “o valor do subsídio de refeição deve continuar a ser pago aos trabalhadores” em teletrabalho, segundo o princípio de igualdade e não discriminação previsto no Código do Trabalho para este regime.

leia a notícia completa em dNoticias

Partilha este artigo na tua rede...Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someone